A REN realiza periodicamente o exercício de identificação e avaliação das suas partes
interessadas relevantes, de acordo com os princípios da norma AA1000APS - 2008.

Em 2011 foi efetuada uma revisão do mapeamento das partes interessadas, bem como a sua auscultação para reavaliação dos temas materialmente relevantes para a REN. Este processo, que é renovado ciclicamente com uma cadência média de três anos, visa melhorar a integração dos diferentes aspetos da sustentabilidade nos processos de negócio da empresa.

Na identificação e hierarquização das principais partes interessadas da REN, tem-se em consideração o binómio impacto de cada grupo de partes interessadas no processo de tomada de decisão da REN versus impacto da REN na atividade e desempenho desse mesmo grupo. 

No âmbito do desenho de uma nova estratégia de sustentabilidade, iniciado em 2013, está a ser feita uma nova auscultação às partes interessadas da REN para actualização do seu mapeamento bem como para a identificação dos temas relevantes. 

Para informação detalhada sobre o último processo de revisão consulte o website da REN3. É ainda de referir que a REN faz regularmente uma avaliação da qualidade percebida e do grau de satisfação dos seus clientes, entendidos estes como os utilizadores das suas infraestruturas ou destinatários dos serviços que presta nos domínios da eletricidade e do gás natural. Para o efeito, realiza estudos alinhados com a metodologia do ECSI (European Customer Satisfaction Index). Os resultados do último estudo estão disponíveis no website da REN4

3 www.ren.pt - REN>Sustentabilidade>Partes Interessadas.
4 www.ren.pt - REN>Sustentabilidade>Partes Interessadas>Clientes>Avaliação da Satisfação.